Principal2018-08-04T13:57:06+00:00

Atrações

Zeca camargo

Leonardo Tonus

Ana Beatriz Brandão

Roger Mello

Rafael Coutinho

Hang Ferreiro

A Feira

#afeiradasfeiras

De 09 a 19 de Agosto de 2018

Centro Cultural de Jaraguá do Sul/SCAR

Acesso livre

Horário de funcionamento

Segunda a Sexta-feira: 9h às 21h
Sábado: 9h às 19h
Domingo: 10h às 18h

ENTRADA FRANCA

O acesso é livre para todas as atrações, respeitando sempre a capacidade dos estandes, auditórios e o agendamento prévio para grandes grupos, realizado através do e-mail edu10710@jaraguadosul.sc.gov.br – com Josiane Freitas.

Contatos

atendimento@feiradolivro.org
www.feiradolivro.org

Twitter: @feiradolivrojs
Facebook: facebook.com/feiradolivrojaraguadosul
Instagram: @feiradolivrojs

Local de realização

Centro Cultural de Jaraguá do Sul – Scar

Rua Jorge Czerniewicz, 160
Bairro Czerniewicz
47 3275 2477

Coordenação geral

João Chiodini

Comissão organizadora

Augustinho Ferrari, Ana Lúcia de Lima Santos, Carlos Henrique Schroeder, Helvia Tomaselli, Jeniffer Joizsi Stephani, João Chiodini, José Vilmar da Silva,
Josiane Cristina de Freitas, Leonardo Kufner Tofolo, Liara Roseli Krobot, Marcelo Prochnow, Paulo Lissa Zwolinski, Rogério Jung.

Relações institucionais

Carlos Henrique Schroeder

Produção técnica

José Vilmar da Silva

Web design

Felipe Alandt

Programação

09 de agosto – Quinta-feira

9h – Início das atividades no Galpão da Leitura

8h30 e 10h (Grande Teatro) 14 e 15h30 (Pequeno Teatro) – Contação de histórias: Foi Coisa de Saci – Cia. Contacausos (Chapecó/SC)

SACI é coisa que gente da cidade nega, diz que não tem, mas tem! Acontece que ele é filho do mistério, filho do vento que assobia, filho das sombras que formam figuras lá no fundo da floresta, filho do medo e da assombração. Numa casa de caboclo, quando alguma coisa estranha acontece, as pessoas dizem que FOI COISA DE SACI … O espetáculo faz um passeio pelas narrativas orais populares do Brasil, sobre este personagem do nosso folclore que é uma dessas coisas que ninguém explica.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

14h30 (Grande Teatro) As cores das palavras, com Roger Mello (Brasília/DF)

Um momento mágico e histórico para a Feira do Livro de Jaraguá do Sul: uma conversa sobre a forma de contar histórias com imagens, com um dos maiores ilustradores e autor de livros infantis do planeta (é o único ilustrador da América Latina a ganhar o Prêmio Hans Christian Andersen – o Nobel da literatura infanto-juvenil). Mello já recebeu nove vezes o Prêmio Jabuti e foi premiado pela Academia Brasileira de Letras e União Brasileira dos Escritores pelo conjunto de sua obra. Também recebeu o Grande Prêmio Internacional da Fondation da Espace Enfants (Suíça), e conquistou duas vezes o selo White Ravens da Biblioteca Internacional de Munique. Em razão dos seus vários trabalhos premiados (mais de quinze), tornou-se hors-concours dos prêmios da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). As cores fortes e quentes de Mello preenchem traços carregados de dramaticidade e espírito lúdico, emprestando às obras de outros escritores um clima marcadamente brasileiro e alegre. Esse também é o tempero essencial de muitos de seus livros, escrevendo principalmente recontos de lendas e histórias do folclore, revelando nuances da alma e dos feitos do povo.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

19h (Galeria de Arte) Abertura da Exposição Mundo Lúdico de Luciano Martins (Florianópolis/SC)

19h palco livre OCP – Galpão da leitura

20h (Pequeno Teatro) Show com a banda Inverted Colors (Jaraguá do Sul/SC)

A banda é um power trio de rock instrumental formado em 2016, em Jaraguá do Sul (SC), composta por Raphael Günther (guitarra), João Murara (baixo) e Francisco Tavares (bateria).
Suas músicas exploram progressões sobre riffs de guitarra e grooves de baixo e bateria, com influências que vão do rock progressivo clássico ao post-rock moderno.

CLASSIFICAÇÃO: 16 ANOS

21h – Término das atividades

10 de Agosto – Sexta-feira

8h30, 10h, 14h e 15h30 (Grande Teatro) – Contação de histórias: Tem Coroa Mas Não é Rei – Cia Contacausos (Chapecó/SC)

“Toda adivinha é uma metáfora da vida, é o início da poesia, nossa primeira brincadeira com as palavras…” O espetáculo é um passeio pelos contos populares de adivinhação e pela cultura do nosso povo, sua rica sabedoria, seus modos de dizer e viver a vida.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

19h palco livre OCP – Galpão da leitura

19h (Pequeno Teatro) – Diálogos Urgentes Sesc: Últimas Conversas, de Eduardo Coutinho

O Diálogos Urgentes Sesc é um projeto com o objetivo de trazer à tona temas atuais e pertinentes, de modo a gerar uma reflexão conjunta e contribuir para a construção de práticas colaborativas. Desta forma, o Sesc busca favorecer o diálogo entre a sociedade, grupos, estudantes, coletivos e demais agentes sociais. O documentário “Últimas Conversas” busca entender como pensam, sonham e vivem os adolescentes do terceiro ano do ensino médio em escolas públicas do Rio de Janeiro. Após a exibição haverá um debate com convidados a confirmar.

CLASSIFICAÇÃO: 16 ANOS

19h (Grande Teatro) – Ciranda Literária: A literatura como ferramenta de transformação social – Bate-papo com o Dr. João Marcos Buch (Joinville/SC)

“A Literatura como ferramenta de transformação social”, será o tema da Ciranda Literária com formato especial para a 12ª Feira do Livro de Jaraguá do Sul. O tema será abordado pelo Excelentíssimo Dr. João Marcos Buch (escritor e juiz) com a participação de seu editor, o também escritor Alex Giostri e o escritor e advogado membro do Conselho Comunitário Penitenciário de Jaraguá do Sul há mais de 10 anos, Raphael Rocha Lopes.

CLASSIFICAÇÃO: 12 ANOS

21h – Término das atividades

11 de Agosto – Sábado

9h – Início das atividades

9h30 – Lançamento do livro A filha de Romeu e Julieta – Flavia Keretch – Galpão da Leitura

10h – Lançamento do livro Crimes em nome de Deus – Fernando Bastos – Galpão da Leitura

10h30 – Lançamento do livro Aquela foto de 1945 – Denis Araújo – Galpão da Leitura

11h – Lançamento dos livros Garota em sonho, Garota em Confusão e Direito autoral descomplicado – Helena Liebl – Galpão da Leitura

11h30 – Lançamento do livro Porque o vosso orvalho é um orvalho de luz – Vania Menghi Nishimura – Galpão da Leitura

14h às 17h (Galpão da Leitura) Concurso de Cosplay da Feira do Livro de Jaraguá do Sul

Os personagens de livros, filmes, quadrinhos e desenhos ganharão vida e irão desfilar pela Feira do Livro de Jaraguá do Sul.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

19h (Pequeno Teatro) Show Terra Som – Cruz e Sousa, com Enéias Raasch (Jaraguá do Sul/SC)

Enéias Raasch apresenta seu novo trabalho TERRA SOM com composições autorais e poesias de Cruz e Sousa onde o artista apresenta suas canções e os principais poemas do poeta catarinense.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

19h – Término das atividades

12 de Agosto – Domingo

10h – Início das atividades

10h30, 11h30, 14h30, 16h30 e 17h30 – Galpão da Leitura

Contação de histórias: Contações em família. (Thaysa, Josiane e Regiane)

13h30 e 15h30 – Galpão da Leitura

Contação de histórias: Contações da Thata, com participação dos Jovens Voluntários do Colégio Evangélico Jaraguá (org. profª. Luciane Marina Zimerman)

18h – Término das atividades

13 de Agosto – Segunda

8h30 e 10h (Grande Teatro) Contação de histórias: Contos da Corte – Cia. De La Curva (Chapecó/SC)

Dois artistas mambembes, viajam de reino em reino, colhendo e levando histórias da realeza, fazendo um divertido “leva e traz”. Agora trarão ao público esses contos populares cheios de encanto, curiosidade e humor.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

14h e 15h30 (Grande Teatro) Contação de histórias: Vovó Naná e a Panela Mágica – Anderson Santos (Jaraguá do Sul/SC)

Era uma vez uma velhinha muito fofa e meio esquecida e atrapalhada que foi convidada para ser a cozinheira real do Reino Real. O rei queria fazer uma festa pra comemorar o aniversário de sua filha. Vovó Naná foi a apresentada a princesa e então elas se tornaram grandes amigas. A festa estava começando com um banquete digno dos mais finos reis preparado pela vó, quando de repente, no badalar da meia noite, uma terrível bruxa com o coração cheio de inveja apareceu e lançou um feitiço na princesa e a transformou numa estátua. Nesse momento vovó Naná começa uma grande aventura para salvar a princesa.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

19h30 (Grande Teatro) Bate-papo: De A a Elza, com Zeca Camargo (São Paulo/SP)

Uma conversa descontraída sobre viagens, música, jornalismo e notícias em primeira mão do seu próximo livro, a biografia de Elza Soares, uma das maiores cantoras e compositoras da música brasileira. Zeca Camargo é um dos mais instigantes e carismáticos jornalistas brasileiros. Integra o time de apresentadores do É de Casa, nas manhãs de sábado da Rede Globo, mas também já esteve no comando do primeiro reality show da Rede Globo, o No Limite, e do jornalístico Fantástico. Nos anos 1990 foi um dos principais nomes do telejornalismo musical, passando pelo Semana Rock, MTV e Som Brasil. Dentre seus principais livros, destacam-se A Volta ao Mundo por Patrimônios da Humanidade, De A-HA a U2 – Os Bastidores das Entrevistas do Mundo da Música, 1.000 Lugares Fantásticos no Brasil, Novos Olhares, Isso aqui é seu e Eu Ando pelo Mundo: Paris (e-book).

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

21h – Término das atividades

14 de Agosto – Terça-feira

9h – Início das atividades

8h30, 10h, 14h e 15h30 (Grande Teatro) Contação de histórias: Balaio de Histórias – Felícia Fleck (Florianópolis/SC)

Este espetáculo é uma adaptação dos textos literários e contos populares: O anel, o pescador e o rei, conto popular na versão de Bia Bedran, O Rei barbado, história cantada, A princesa que tudo sabia… Menos uma coisa, de Rosane Pamplona, O campo santo, conto popular na versão de Bia Bedran e Remendos com adivinhações, poemas e trava-línguas.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

19h30 (Pequeno Teatro) Bate-papo: Brasil, França: tão longe, tão perto, com Leonardo Tonus (Paris, França)

Um bate-papo sobre os estereótipos e preconceitos da cultura brasileira no exterior, as dificuldades na docência da literatura brasileira e um olhar para Agora vai ser assim, seu aclamado livro de poemas. O professor (e coordenador de estudos lusófonos) da Universidade de Paris-Sorbonne (Paris IV) é um dos principais difusores da cultura brasileira no exterior, e já coordenou eventos difusão na Bélgica, Suíça, Espanha, EUA e Portugal. Em 2014 recebeu a condecoração de Chevalier des Palmes Académiques pelo Ministério da Educação francês e foi nomeado Conseiller littéraire pelo Conseil National du Livre para o Salão do Llivro de Paris de 2015. Também recebeu a condecoração de Chevalier na ordem das Artes e das Letras pelo Ministério da Cultura francês.

CLASSIFICAÇÃO: 14 ANOS

21h – Término das atividades

15 de Agosto – Quarta-feira

8h30, 10h, 14h e 15h30 (Grande Teatro) Contação de histórias: O Porquê das Coisas – Felícia Fleck (Florianópolis/SC)

Existem várias maneiras de entender o mundo. As lendas indígenas e os contos populares brasileiros e africanos apresentados neste espetáculo explicam o surgimento das coisas de forma singular e divertida.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

8h30, 13h30 (Pequeno Teatro) 27º Concurso de Declamação de Poesias
CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

19h30 (Pequeno Teatro) Bate-papo: A sombra e a escuridão, com Ana Beatriz Brandão (São Paulo/SP)

Aos 18 anos, Ana Beatriz Brandão é um fenômeno da nova geração de talentos que surgiu na literatura nacional. A paixão pela escrita veio cedo, aos doze anos, e desde então não parou mais. Apesar da pouca idade, Ana já tem dois livros publicados. O terceiro, Sob a luz da escuridão, uma distopia onde um ditador inspirado em Donald Trump tomou o poder e deu início a uma série de guerras e perseguições incoerentes, acaba de chegar às livrarias. Depois das lágrimas que muitos derramaram com O garoto do cachecol vermelho e com o spin off A garota das sapatilhas brancas (livros em adaptação cinematográfica), os leitores poderão se aventurar com duas protagonistas fortes e decididas.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

20h (Grande Teatro) Show: Mareike Valentin e banda (Blumenau/SC)

Nasceu em Rheinfelden, na Alemanha, e em 1986 mudou-se para o Brasil. Iniciou os estudos musicais aos sete anos de idade e, desde 1998, aperfeiçoa a técnica musical e vocal por meio de cursos com músicos de diversas partes do mundo. Lançou o primeiro álbum em 2012, sob a direção musical do pianista, compositor e arranjador Leandro Braga. Entre os trabalhos recentes estão o show “Não Vou jogar o chapéu”, em parceria com Edu Colvara; o show “Tons”, em parceria com Leandro Braga e Gregory Haertel, que teve estreia em agosto de 2014; e o mais recente projeto “DOIS”, onde Mareike conta com a banda que a acompanha desde 2008, com arranjos modernos para as canções do letrista Gregory Haertel, em parceria com outros compositores brasileiros.

CLASSIFICAÇÃO: 16 ANOS

21h – Término das atividades

16 de Agosto – Quinta-feira

8h30, 10h, 14h e 15h30 (Grande Teatro) – Contação de histórias: Como Nasceu a Alegria – Cia.Carona (Blumenau/SC)

A terra era um jardim maravilhoso. Flores havia aos milhares. Todas igualmente lindas, vaidosas e infelizes. No meio de tanta beleza infeliz, uma florinha corta uma de suas pétalas ao nascer. A florinha não liga pra isso e vive feliz com sua pétala partida. Até notar que as outras flores a olham com olhos espantados. E percebe, então, que é diferente. De forma encantadora, o autor nos mostra que o olhar preconceituoso sobre a diferença alheia gera, invariavelmente, muita tristeza. Mas, é possível reverter a situação, fazendo nascer a alegria.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

8h30, 13h30 e 19h30 (Pequeno Teatro) 27º Concurso de Declamação de Poesias
CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

19h palco livre OCP – Galpão da leitura

21h – Término das atividades

17 de Agosto – Sexta-feira

9h, 10h, 14h e 15h30 (Grande teatro) – Contação de histórias: Zequinha – Anderson Santos (Jaraguá do Sul/SC)
Eita cabra danado!!

Aí vai a história de Zequinha, um moço enrolado que trabalha na Fazenda Porteirão e lá recebe ordens do Coronel Sivirino, um homem das antigas, que fala pouco mais fala grosso! A aventura começa quando o gado da fazenda começa e desaparecer e cabe a Zequinha solucionar o mistério. Foram ladrões? ou uma onça? Foi um lobisomem? Quanto mais ele procura mais misteriosa fica a história.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

19h palco livre OCP – Galpão da leitura

15h e 19h (Pequeno Teatro) Arte da Palavra Sesc: Chiquinho Divilas (RS)

O Arte da Palavra – Circuito Oralidades 2018 apresenta: em uma palestra-show, Chiquinho fala sobre a cultura hip hop, sua linguagem e seus elementos (grafite – dança – dj – mc – conhecimento). Canta seus próprios raps e recita poesias, promovendo aos envolvidos um espaço de reflexão, contribuindo assim para a ressignificação das identidades, construindo valores, expectativas e sonhos. Chiquinho acredita que a prática das artes do movimento hip hop pode contribuir para o aprendizado educacional, despertando aos participantes o engajamento para o combate às violações aos direitos humanos e a possibilidade de RAPensarmos a educação. Chiquinho convida e incentiva os participantes a compartilharem suas idéias, seja recitando suas poesias preferidas ou cantando um rap/música, proporcionando a inclusão e o protagonismo. #Orapfala.

CLASSIFICAÇÃO: 16 ANOS

20h (Grande Teatro) – Show: John Mueller e banda

O cantor e compositor blumenauense foi indicado ao Prêmio Profissionais da Música (PPM) 2018, em Brasília (DF), e também nas duas últimas edições do Prêmio da Música Catarinense, como artista solo e melhor álbum. Seu último álbum, “Na Linha Torta”, teve a participação de grandes nomes da música brasileira, como o violonista Guinga, o pianista Cristóvão Bastos e a cantora Ana Paula da Silva, e foi gravado no estúdio The Magic Place, com direção de Jorge Helder. Como escreveu o compositor Lui em uma resenha para o site Rifferama, o último trabalho de Mueller “nos transporta a um lugar misterioso, praia de céu grande, mar ritmado, chão largo firme e macio. Uma obra que se destaca por sua qualidade técnica, poética e estética”. O blumenauense já se apresentou em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, no Espírito Santo, no Paraná e também na Costa Rica.

CLASSIFICAÇÃO: 16 ANOS

21h – Término das atividades

Dia 18 de agosto – Sábado

9h – Início das atividades

9h30, 13h30, 14h30, 17h e 18h (Galpão da Leitura)
Contação de histórias: Contações da Mila
CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

10h – Lançamento do livro Olhares – Carmen Marangoni – Galpão da leitura

10h30 – Lançamento do livro O pintinho ruivo de raiva – Anderson Novello – Galpão da leitura

11h – Lançamento do livro Insights para excelência profissional, empresarial e na sucessão familiar – Emílio Da Silva Neto – Galpão da leitura

11h30 – Lançamento da coleção Trabalhando as diferenças e a inclusão social – Cristina Klein – Galpão da leitura

14h – Lançamento do livro As aventuras de Rochedo – Pedro Fischer – Galpão da leitura

15h – Lançamento do livro Momento presente – João Ricardo P. Iamin – Galpão da leitura

15h30 – Lançamento do livro Destinatário – LiriHá – Galpão da leitura

16h – Lançamento do livro Os senhores feudais – Aline Montiel e Manoel H. Santos– Galpão da leitura

16h30 – Lançamento do livro Céu de chumbo – Vagner Xavier – Galpão da leitura

15h (Pequeno Teatro) Espetáculo Teatral: O velho lobo do mar (Cia. Trip de Teatro – Rio do Sul/SC)

Perdido em uma ilha esquecida em algum lugar do Atlântico, seja subindo em um coqueiro atrás de alimento, tentando convencer uma minhoca a ir para o anzol, em busca de um tesouro ou até mesmo fazendo amizade com uma baleia, Charlie mostrará a todos que para tudo na vida há uma saída e que por isso ele é conhecido pelos Sete Mares como “O Velho Lobo do Mar”.

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

18h palco livre OCP – Galpão da leitura

19h (Pequeno Teatro) Espetáculo Casa de Ferrero, Espetos de Pau, com Hang Ferrero e DJ Nilson CWB

O espetáculo coloca a poesia no lugar que lhe é mérito; para ressignificá-la como ferramenta de discussão para as mazelas sociais que enfrentamos no dia-a-dia. Amor no sentido amplo, poesia no sentido amplo. Com o poeta Hang Ferrero à frente das intervenções da oralidade e o DJ Nilson CWB no comando da direção musical, contando ainda com recursos visuais que levam à plateia uma experiência sensorial. A poesia, a vida, o espetáculo: Casa de Ferrero, Espetos de Pau.

CLASSIFICAÇÃO: 16 ANOS

19h – Término das atividades

19 de Agosto – Domingo

10h – Início das atividades

10h30, 11h30, 14h, 15h30 e 17h (Galpão da Leitura)

Contação de histórias: Contações da Mila

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

15h (Grande Teatro)
Espetáculo teatral: O Flautista de Hamelin
(Cia. Trip Teatro – SC)

18h (Grande Teatro) Show: Ana Paula Silva

Ana Paula da Silva venceu o Prêmio da Música Brasileira em 2017, como melhor álbum regional, e também o prêmio Grão de Música. Com seis álbuns lançados, um Songbook e o primeiro DVD Canto da Cigarra lançado em 2017, Ana Paula comemora 22 anos de carreira com a música independente por propósito que vem realizando todos estes anos ao lado de inúmeros parceiros musicais como letristas, músicos e arranjadores. Seus trabalhos aclamados pela crítica especializada a cada ano torna-se mais conhecido e respeitado. A música revela a personalidade artística de Ana Paula da Silva, que é uma artista de palco, embora tenha sempre um zelo, excelência em produção musical e cuidado para com suas obras em discos. No exterior comemora 13 anos de inúmeros shows pelo continente Europeu, também inúmeros shows na América do Sul.

CLASSIFICAÇÃO: 16 ANOS

18h – Encerramento oficial da Décima Segunda Feira do Livro de Jaraguá do Sul

Exposição

De 9 a 19 de agosto (Galeria de Artes) Exposição: Mundo Lúdico, de Luciano Martins

Comecei a pintar quando nasceu a minha primeira filha, foi uma mudança grande na minha vida. Foi como um retorno a minha própria infância. De repente, me vi mergulhado num universo lúdico, de um mundo alegre, cheio de cores. Algo que com certeza já me acompanhava, mas não se manifestava com toda essa força. Hoje em dia, pinto compulsivamente, noite após noite, preciso dar vida aos meus personagens. Felizmente, muitas vezes esses personagens tomam seu rumo, alguém as carrega consigo. Outras vezes faço diferente, reúno-os e os levo em viagens, para serem vistos em outras paragens, por olhares diferentes. Desta vez, trouxe-os para Jaraguá do Sul. Fruto de um trabalho feito com bastante carinho e que gostaria de dividir com vocês.

 As viagens mais longas que faço são dentro de mim. Delas não retorno com souvenirs, mas com visões que pinto e compartilho. Porém, garanto, percorro grandes distâncias para trazê-las de volta.” 

Luciano Martins

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

OFICINAS

De 13 a 17 de agosto

Oficina de Quadrinhos, com Rafael Coutinho

Uma oficina de quadrinhos com um dos principais quadrinistas brasileiros, o paulistano Rafael Coutinho. A oficina utilizará de recursos como conversas, diálogos entre os alunos, jogos narrativos e o espaço ao redor com objetivo de desbravar novas formas de se entender histórias em quadrinhos, tirando do jogo narrativo a obrigação do traço, bem como a necessidade de linearidade, começo, meio fim, o virtuosismo, a busca por um estilo maduro. Dessa forma, o grupo terá como objetivo principal a reflexão da própria função de uma história: o que a constitui em sua gênese.

Como autor, Rafael Coutinho, que é filho da também quadrinista Laerte, é conhecido pelos livros “Cachalote”, parceria com o escritor Daniel Galera, “O Beijo Adolescente”, “As Aventuras do Barão de Munchausen”, “Forrest Gump” e acabou de lançar “Mensur”, pela Companhia das Letras.. Como editor, foi dono do selo Cachalote/Narval (2010-2016) e do site de quadrinhos Nébula, do Medium (2015).

VAGAS ESGOTADAS!!

Dia 18 de agosto – Sábado

Das 14h às 18h – Oficina de Cartas, com Carmen Marangoni

Você já escreveu uma? Conseguiu contar tudo ao seu destinatário? Doeu? Causou alívio? Isso foi há muito tempo? A carta é uma conversa. E muitas vezes com a gente mesmo. Você já leu uma? Já escreveu? Já recebeu? Você sabe por que escolheu esta pessoa? E o que ainda poderia dizer a ela? E por um grandíssimo acaso do destino você recebeu alguma resposta? Se agora a sua resposta for sim, me responde aí: este dia não foi um dia feliz? Mesmo que você não tenha passado por esta emoção, ainda dá tempo de sentir a energia da carta. É porque uma carta é sempre uma conversa. Na Oficina de Cartas a gente vai descobrir que pode escrever até para quem não conhece! Podemos escrever para nós mesmos! A primeira carta, a gente não esquece!  A última, também não. Que tal começar?

Carmen Marangoni é jornalista e escritora. Autora de “Cartas para Frankenberger”, (Nave, 2016), autora de “Que História é Essa?” (Nave 2017), Coautora de “Olhares” (Nave, 2017), autora do projeto de Intercâmbio Lisboa & Rio do Sul, que resultará em Oficinas de Cartas em Lisboa e Rio do Sul. Premiada com o Projeto “Cá e Lá: Longe ou Perto”, contemplado com edital de intercâmbio cultural, concedido pela Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), através da Ayuda a La Movilidad, que teve o objetivo de estabelecer vínculos culturais entre as cidades de Porto Alegre e Lisboa. Tem crônicas e poesias publicadas em jornais e revistas. É Coordenadora da equipe de Jornalismo da Rba TV (Rede Bela Aliança de Televisão). Trabalhou no Jornal Zero Hora e na Casa Civil do Gabinete do Governador em Porto Alegre por dois mandatos. Tem poesias e crônicas publicadas em jornais e revistas. Autora da coluna Conversa Escrita no Jornal Diário do Alto Vale.

INSCRIÇÕES GRATUITAS NA SECRETARIA DA FEIRA DO LIVRO – NO GALPÃO DA LEITURA

VAGAS LIMITADAS

Dia 18 de agosto – Sábado

Das 9h30 às 11h30 – Sala multiuso

Oficina: Entre leituras e travessuras: a educação literária no tapete da sala de estar, com Estela Souza.
“De quem é a responsabilidade por promover a educação literária de nossas crianças e jovens?”   Da escola, de gestores públicos e da iniciativa privada, das editoras, de especialistas em literatura, dos escritores e escritoras? Sim. De todos eles. E de todos nós. Poderíamos adaptar um provérbio para evidenciar: é preciso uma aldeia inteira para se formar um leitor. Em coerência, esta oficina destina-se aos mais próximos influenciadores da meninada: os educadores de casa (pais, mães, avós,  tios e tios, dindos e dindas, irmãos mais velhos…). Os participantes serão convidados a repensar alguns mitos que afastam os adultos da literatura e vivenciarão possibilidades de leitura, adequadas ao cotidiano familiar. Em tempo de likes, quem influencia na leitura em casa é rei.
Estela Souza é graduada em Letras, especialista em Gestão Escolar com ênfase na formação de leitores, possui Mestrado em Teoria Literária pela UFSC, onde cursa Doutorado na mesma área. Tem experiência em ensino de Língua Portuguesa na Educação Básica e ministrou Literatura Infantojuvenil nos cursos de Letras e Pedagogia, articulando projetos de educação literária para diversos públicos. Cresceu em uma casa cercada de histórias orais, de leituras e livros, tornou-se mãe da Isabela, professora no IFSC e, atualmente, dedica-se à pesquisa em literatura e formação humana.

INSCRIÇÕES GRATUITAS NA SECRETARIA DA FEIRA DO LIVRO – NO GALPÃO DA LEITURA

VAGAS LIMITADAS

CONCURSO DE COSPLAY

Concurso de Cosplay da 12ª Feira do Livro de Jaraguá do Sul

O Concurso acontecerá no Galpão da Leitura, no estacionamento do Centro Cultural
SCAR, dia 11 de agosto de 2018, iniciando às 14h.

O concurso tem caráter amador e contará com as seguintes premiações:

1º Lugar – R$ 1000,00 em dinheiro.
2º Lugar – R$ 500,00 em dinheiro.
3º Lugar – R$ 250,00 em dinheiro.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 05 de agosto de 2018.
Para maiores informações, baixe o regulamento do concurso e a ficha de inscrição nos
links:

Regulamento: http://bit.ly/2J1gpP9
Fica de inscrição: http://bit.ly/2KQdf5J

Apoio, patrocínio e realização